Mitos sobre barba na adolescência

Bastou surgirem aqueles primeiros fiapos de pelo no rosto e o jovem adolescente já acha que virou adulto e quer saber quando sua barba vai fechar por completo.

A ansiedade e pressa por uma resposta rápida pode fazer com que aquele garoto recorrer a fórmulas mágicas ou crendices populares só para cobrir todo seu rosto com pelos.

Mas, a realidade é muito mais lenta e complexa do que você imaginaria. E para acalmar seu espírito, resolvi elencar alguns mitos sobre barba na adolescência que andam te falando por ai e você não deveria acreditar. Se liga!

Mitos sobre barba na adolescência que você provavelmente acredita

Barba é uma coisa só durante sua vida toda


Veja o vídeo com tudo que você precisa saber sobre barba na adolescência

Primeiro, é preciso entender que seu corpo cresce e desenvolve de formas diferentes ao longo da vida. E, com os pelos do rosto, funciona da mesma forma.

A barba na adolescência é diferente da barba de um homem adulto. Isso porque os fios começam a nascer de forma mais rala e espaçada, só depois ganham volume e quantidade.

Os pelos do organismo crescem de acordo com a genética e idade. Este crescimento é regulado pelos hormônios do corpo masculino e não pelo ato de raspar a barba todo dia.

Raspar a barba todo dia faz ela crescer mais rápido?

Uma das maiores mentiras que te contam na adolescência é que, se você raspar a barba todo dia, ela vai crescer mais grossa ou escura. De acordo com estudos de Amy McMichael, do Departamento de Dermatologia do instituto Wake Forest Baptist Health, os pelos não ficam mais grossos quando eles são cortados.

“As pessoas simplesmente não são boas observadoras, já que não há evidências científicas de que os pelos crescem mais espessos”. Uma outra pesquisa feita por Melanie Grossman, médica dermatologista de Nova York, analisou vários homens durante meses.

Alguns tinham por hábito raspar a barba sempre, outros não. Depois de um tempo, os os fios foram medidos e não houve evidências de que se barbear pode aumentar a taxa de crescimento de barbas.

O que acontece é chamado de viés de confirmação. Muitos rapazes na puberdade ficam ansiosos pela barba e começam a fazer ela com mais frequência. Aqueles pelos já iriam crescer e aparecer, porém, como o jovem está repetindo com muita frequência, acredita que o responsável seja o ato de raspar a barba todos os dias.

Nenhum medicamento faz a barba crescer em 1 mês

Mitos sobre barba na adolescência

Existem diversos produtos que afirmam poder fazer sua barba crescer, engrossar e aparecerem pelos em áreas que normalmente não tem. Na prática, poucos deles conseguiram demonstrar melhorias realmente significantes. Alguns que demonstraram sucesso, foi com ganhos que são pontuais e não permanentes.

Resumindo, alguns produtos podem conter vitaminas e compostos que ajudam a desenvolver os pelos no rosto. Mas, a atuação acontecem em regiões que já tenham potencial de crescimento e não onde os pelos naturalmente não nasçam.

Sua barba fica completamente desenvolvida até os 20 anos

Mitos sobre barba na adolescência

Aos 20 anos, muitos homens sentem que sua barba é tão boa quanto ela vai conseguir – e, felizmente, este não é o caso.

Ou muitos de nós estariam andando por aí com algumas barbas muito irregulares (não que haja algo de errado com isso).

A verdade é que a sua barba continuará a melhorar ao longo dos seus 20 e 30 anos, e muitas vezes nos seus 40 e 50 anos. Muitos homens estão bem em seus 20 anos antes de sua barba enche todo o caminho.

Todas as áreas da barba crescem na mesma proporção

Mitos sobre barba na adolescência

Essa crença até parece verdadeira, mas não é. Normalmente, os pelos das bochechas tendem a crescer mais lentamente do que os que cobrem o queixo e não há nada de errado nisso.

Com ajuda de um barbeiro ou um bom corte de barba, você pode fazer com que seus pelos faciais vão pegando forma e criando, com o tempo, um estilo de barba legal para se usar.

O fator genético é fundamental

Mitos sobre barba na adolescência

Infelizmente, existe um fato real que você precisa ter em mente. Por mais recursos e métodos existentes, dos naturais até por meio de tratamento médico, o fator genética é o divisor de águas. Se a sua genética não possibilita o crescimento dos pelos, pode dar adeus ao seu sonho de barba espartana.

Isso porque a falta de barba também é uma característica hereditária, que pode vir tanto do pai quanto da mãe. Em entrevista para a revista Vip, Juliana Annunciato, dermatologista e tricologista (especialista em cabelo) da Sociedade Brasileira de Dermatologia, afirma que, ao contrário do que muitas pessoas pensam, a barba inexistente ou rala não está relacionada à calvície, pois os genes que determinam a falta de pelos nos dois casos são diferentes.

Baixe nosso app – Guia de Estilo e Barbearias

4MEN - Aplicativo para Barbearias

Já baixou nosso aplicativo? Com o 4MEN você tem acesso a conteúdos sobre Cortes de Cabelo, Barba e Estilo em primeira mão além do guia de barbearias mais completo do Brasil!

Faça download na Google Play para Android ou na App Store da Apple para iOS

Responder